Como o mercado de comunicação interna está sendo revolucionado

A gestão de pessoas é hoje um dos principais diferenciais competitivos das organizações. Principalmente após a chegada da chamada geração Millennial ao mercado de trabalho. Eles são os atuais “donos do jogo”: e você, se não for um deles, deve começar a buscar formas para conquistá-los.

Para se ter uma ideia, estudo da consultoria Booz Allen diz que a geração millennials será 44% da população economicamente ativa do Brasil até o final do ano.

O fato é que essa nova geração traz consigo uma nova forma de se relacionar, principalmente nos ambientes corporativos. Os millennials não colocam a carreira acima de tudo, pelo contrário, eles não estão dispostos a sacrificar sua vida pessoal pelo trabalho, como as gerações anteriores. Eles são multiconectados, multitarefas, precisam ser constantemente estimulados e, pode ter certeza, vão tentar fazer a diferença no seu negócio.

Como lidar com os millennials no dia a dia?

Você pode estar se perguntando agora: como lidar com essas pessoas, como mantê-las estimuladas e engajadas no muitas vezes tedioso ambiente corporativo? A resposta é: aposte tudo numa comunicação interna moderna e eficaz. Acredite, isso fará uma grande diferença na rotina da sua empresa.

Além dos inúmeros benefícios para o clima organizacional, uma boa comunicação interna garante uma troca de informações qualificada, influenciando diretamente na produtividade e no volume de negócios da empresa. E, é claro, ajuda você a atrair e reter os melhores talentos criando uma cultura organizacional bem estruturada e estimulante.

Os millennials é que estão mudando a comunicação interna?

Exato. Essa geração já começou a estabelecer um novo marco nas relações dentro das empresas. E por isso é tão importante que sua comunicação interna evolua para acompanhar os desejos e as necessidades deste novo tipo de profissional.

Conquistar o envolvimento dos millennials também é fundamental (neste artigo você encontra “6 coisas que todas as pessoas deveriam saber sobre motivação“). Mas para estabelecer boas relações, é preciso ter os canais de comunicação interna funcionando muito bem e, o principal: despertando a atenção e o engajamento destas pessoas.

Hiperconectados, vai ser difícil falar com eles através dos bilhetinhos e cartazes de endomarketing que dominavam os murais das empresas de antigamente. Para estabelecer um diálogo com os millennials você vai precisar inovar, trazendo para a sua empresa as novas tendências que já estão revolucionando a comunicação interna em centenas de empresas em todo mundo.

– As informações precisam ser trocadas em tempo real: o chat já entrou de vez no mundo corporativo. A utilização de plataformas que permitem a comunicação instantânea é hoje a grande protagonista nos processos de comunicação interna das empresas. Além de mais ágil, o que permite a troca de informações em tempo real, elas trazem ainda benefícios como a redução de custos e até impulsionam o aumento da produtividade.

– Os setores da empresa devem atuar com mais sinergia: uma comunicação interna eficaz permite a integração entre os mais diferentes setores da sua empresa. E esse ambiente colaborativo, além de muito mais excitante, é uma poderosa ferramenta de estímulo à inovação dentro da organização: a cara da geração millennial.

– As pessoas precisam conhecer os objetivos e os rumos da empresa: não adianta você guiar sua empresa para a esquerda se seus colaboradores estão caminhando para a direita. Todos os players precisam estar alinhados em busca do mesmo objetivo. E isso só acontece quando você se comunica de forma eficiente com sua equipe, fornecendo informações qualificadas e recebendo com atenção os feedbacks.

– Você precisa esquecer a hierarquia excessiva: a nova geração de trabalhadores respeita, mas não sente-se atraída – muito menos estimulada – por relações engessadas entre chefes e colaboradores. Dê liberdade, exija, ajude, desafie, cobre resultados e dê feedbacks a todo momento, horizontalizando sua comunicação interna.

E como faço para levar tudo isso para dentro da minha empresa?

Um bom caminho são as chamadas redes sociais corporativas. Um de seus principais benefícios é gerar um ambiente integrado, permitindo a troca de ideias, a troca de informações e estimulando a participação das pessoas no dia a dia da empresa.

As redes sociais corporativas:

– estimulam o trabalho colaborativo, ao permitir a conversa sobre produtos, processos e novos projetos em tempo real e entre pessoas de diferentes setores;

aceleram a comunicação interna, através de ferramentas que tornam a troca de informações mais rápida, ágil e sem as barreiras hierárquicas tradicionais;

– ajudam a engajar os colaboradores, já que ao serem constantemente informados sobre o que realmente acontece na rotina da empresa, podem sentir-se estimulados a buscar soluções para antigos e novos problemas. Um poderoso combustível para a inovação em um ambiente seguro, leve e descontraído.

Essas plataformas vieram para ficar. E hoje são grandes aliadas de centenas de empresas que largaram na frente e já colhem resultados incríveis: colaboradores muito mais engajados, um aumento significativo na produtividade e, consequentemente, no faturamento.

A Intrasocial, por exemplo, vem ajudando diversas empresas a tornarem seus ambientes internos mais atrativos para os millennials, aproximando e tornando as equipes mais unidas e produtivas. Experimente grátis e conheça todas as funcionalidades desta rede social corporativa.

Leitura recomendada

Categorias